quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Presentes minimalistas (para agradar)




Todo final de ano é assim: o Natal se aproxima e entramos na corrida das compras, impulsionada pela mídia, que distorceu a data como uma época de trocar presentes ao invés de se refletir e simplesmente reaproximar de quem amamos. Muitas vezes nos preocupamos mais em comprar um presente para aquele nosso irmão com quem andamos meio brigados ao invés de simplesmente pedirmos desculpas e tentarmos reatar o bom relacionamento.
Mas vá lá, é uma época boa. Às vezes arrancamos um sorriso e ganhamos algo útil. Pela minha experiência, já ganhei muita porcaria que nunca usei. Para evitar furadas, aqui vão algumas dicas. 
Pergunte o que a pessoa quer ganhar ou do que precisa
Antigamente eu ficava com vergonha de perguntar, mas hoje em dia vejo que é melhor, pois já dei muito presente cilada. Já dei sapato que não servia na minha mãe e ela teve que ter o trabalho de trocar. Já dei um perfume que meu pai nunca usou. Hoje eu pergunto o que eles querem. Se não for acessível ao meu bolso, eu procuro outras alternativas, é claro. Se seu pai quer um Home Theater e você não tem condições, fazer o que? Pede desculpas e diz que não dá (ou se oferece para pagar uma parte).
Claro que nem pra todo mundo você vai ter coragem de perguntar (tipo, sua chefe, a médica do seu pimpolho), então para esses dou algumas dicas abaixo. 
Não dê objetos de decoração
A pior coisa que posso escutar é: "Vou te dar algo prá enfeitar sua casa". Isso soa como se estivesse numa câmara de tortura para mim. Primeiro que vou ter que dar um sorriso de gratidão ao receber um "Mensageiro dos ventos" rústicos que nada combina com minha casa moderna e ainda vou me esguelar para achar um lugar na casa para esse novo item, além de ouvir cobranças como "Onde você colocou o objeto? Cadê o presente que deu?". Sem noção. Cada pessoa decora sua casa de acordo com seu gosto e não sou a favor de outros irem deixando suas marcas pessoais, afinal sua casa é sua casa. Já recebi um cálice rosa de cristal, porta retratos flúor, bomboniére verde... Até arranjo de flores falso. E a reação se repete: sorriso amarelo, onde vou colocar e cobranças. E a casa vai entulhando porque você não pode se livrar dos presentes escolhidos com "carinho". E pode ser até carésimo ok? Não rola. Ou tudo bem, às vezes você ama o objeto e ele se adequa a sua casa, mas isso é tão difícil.
Então eu digo: não seja aquele que traz problemas ao presenteado. Fuja dos objetos de decoração, incluindo quadros, etc... 
Não dê itens vestuário
Vestuário é coisa complicada. Você acha uma coisa bonita mas será que a pessoa que ganhou acha? Será que vai vestir bem. Imagina comprar uma roupa prá sua amiga cheinha. Se comprar tamanho M, ela pode ter que trocar; se der G, ela vai ficar constrangida. Vejo gente dando lingerie, minha gente! Já ganhei lingerie com fio dental, veja só! Já ganhei uma camisa carnavalesca que não era meu estilo. E entra no mesmo dilema dos objetos de decoração: eles cobram o velho "Tá usando?", "Nunca te vi usando aquela roupa". Aí você timidamente "É que meu cachorro comeu".
Portanto, salvo raras exceções, não dê vestuário. Isto inclui roupa, lingerie, calçado e acessórios. 
Invista em sensações
Acúmulo material é um problema nos dias de hoje. Vivemos em apartamentos cada vez menores e a indústria joga todo mês novidades quentes. São gadgets, novos itens para facilitar a sua vida, mas precisamos mesmo do descascador de ovos, gente? Tenho mudado meu ponto de vista em relação a isto depois que vi que, por exemplo, meus pais têm tudo. Este ano dei a eles ingressos para um show de um artista que eles há muito tempo queriam ver. Eles vão lembrar do momento, se divertir e ficarão sem um carma material a se desfazer.
Pode ser ingresso de show, teatro, cinema, uma massagem, um dia no spa. Vai do gosto do presenteado. 
Vale presente
Você sabe que a pessoa gosta de uma loja mas não sabe o que dar, o vale presente é uma boa ideia pois permite que o presenteado escolha para si o presente que vai receber. 
Kits de Produtos
Produtos consumíveis são uma boa pois quando acabam se joga fora. As empresas hoje fazem kits com sabonete líquido e hidratantes, por exemplo, que agradam a diversos gostos e se não agradarem, podem ir para outra pessoa. 
Bebidas, chocolate, tabaco e velas
Se você sabe que seu presenteado gosta de whisky, por que não dar um? Ou um vinho? Ou uma caixa de chocolates? Ou uma caixa de cubanos? Velas também têm vida útil e vão se embora quando acabam. Nada como saborear o momento e o seu presenteado ainda pode dividi-lo com você. 
Flores
Geralmente são dadas a mulheres e não tem erro: têm vida útil e encantam enquanto duram. É um presente de decoração com dias contados. 
Um album de fotografia
Se você tem muitas fotos da pessoa, pode mandar fazer um album de fotografia para ela recordar os bons momentos. Mas faça um não muito volumoso, por questões de espaço. 
Jogos
Jogos de tabuleiro ou de video game, tudo depende do seu destino. O bom deles é que favorece a interação entre vocês e garante muitas horas de diversão em grupo. Entretanto deve-se saber o gosto do seu amigo: não adianta dar um Resident Evil se ele não gosta de filmes de terror
Livros
Entra na mesma ideia dos jogos mas a pessoa deve gostar de ler e você tem conhecer seus gêneros favoritos. Se ela lê romances, dê romances. Se ela gosta de biografias, não vai dar a saga Jogos Vorazes. 
Uma carta escrita
Esta é prá você  que realmente percorreu essa lista e não conseguiu achar nada ou a grana está curta. Por que não escrever uma carta a essa pessoa dizendo o quanto gosta dela, e o que deseja para ela no ano novo? Esse é o melhor presente que alguém pode receber. 
Descubra um problema da pessoa e ajude-a
Às vezes estamos com problemas diversos. Depressão, um dilema, uma dúvida ou até financeiro. Podemos estar com um vírus no computador. Quer presente melhor do que ser ajudado. Para pessoas com depressão você pode marcar de sair ou ver um filme com pipoca em casa e dar um vale-companhia. Ou pode ajudar a formatar o computador da tia ou até mesmo criar uma conta prá ela no Facebook. Pode dar aulas de fotografia, desenho. A ajuda que se dá é um dos melhores presentes que se pode receber.

Nenhum comentário:

Postar um comentário